terça-feira, 29 de agosto de 2017

Livros e Revista

Estou remanejando os arquivos de livros, alguns que recebi um comentário recentemente eu já acertei os links, mas ainda tem muitos com o link quebrado, só que o problema não é só esse, o site que eu armazenava as imagens está fora do ar e por isso além dos links eu tenho que acertar as imagens também, por isso peço a todos um pouco de paciência que aos poucos estarei arrumando tudo.

Se você tentou baixar algum livro que está com o link quebrado, aguarde mais alguns dias e tente novamente.

Também estou arrumando algumas revistas que recebi a algum tempo, como recebi as imagens soltas eu precisei juntar em um arquivo pdf antes de postar, a maioria eu já acertei, só faltam duas edições da Exp. e Brincadeiras com Eletrônica Jr. que vão demorar um pouco mais porque tenho que acertar as imagens.

sábado, 26 de agosto de 2017

Revista Eletrônica Modular




Mais uma revista que até então eu não conhecia, começou a ser vendida nas bancas em 2000/2001 aproximadamente e parece que teve apenas sessenta edições.
Recebi três edições de um leitor do blog que está procurando pelos outros números, quem tiver e quiser contribuir é só me enviar por e-mail que está em "Contribuições" no blog.




01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
41 42 43 44 45 46 47 48 49 50
51 52 53 54 55 56 57 58 59 60

domingo, 20 de agosto de 2017

Fator de qualidade de uma bobina

Além da reatância indutiva(oposição a passagem da corrente alternada), toda bobina possui uma resistência ôhmica(oposição a passagem da corrente alternada e contínua), já que está formada por fio condutor de comprimento, seção e resistividade determinada.

Quanto menor for o valor da resistência ôhmica da bobina relativamente a sua reatância indutiva, melhor será a qualidade da bobina.
O fator de qualidade de uma bobina será, pois, o quociente da divisão de sua reatância indutiva, na frequência de ressonância, pela resistência ôhmica.



sábado, 5 de agosto de 2017

Pré amplificador e PA de 1W para transmissor de FM

Esses dias eu fui refazer um vídeo do transmissor de FM que montei da revista Nova Eletrônica número 24 para por no meu canal do youtube e achei um artigo de uma revista italiana de um PA de 1W para FM bem simples que havia separado para montar, então acabei decidindo experimentar junto com o transmissor, mas como o transmissor de FM tinha uma potência muito baixa não estava excitando o PA então dei uma pesquisada em algumas revistas e achei um pré bem simples para usar antes do PA.

Depois de montado o pré ele não funcionou de primeira porque o indutor(100uH) que havia usado como choque não tinha indutância suficiente para bloquear a RF e estava desviando tudo para o terra, então depois que eu substitui por um choque de maior indutância ele funcionou.

Como eu não tinha nenhuma antena para testar eu acabei usando a antena que montei para ouvir aviação e por causa do descasamento de impedâncias o PA acabou queimando, antes de testar com a antena eu cheguei a ligar sonda de RF na saída e comprovei seu funcionamento, foi após comprovar que eu fui ligar na antena para testar a distância que o transmissor ia alcançar, como não tenho nenhum equipamento para medir a onda estacionária acabei queimando antes de poder comprovar a distância.

Abaixo a foto do pré e o esquema.






Os componentes do pré são:

C13 - 22p
C14 - 10uF x 16V
C15 - 1n
C16 - 10n
C17 - 100n
C18 - 100p
TR2 - 2N2222
R12 - 12k
R13 - 10k
R14 - 100R
R15 - 22R
JAF1 - choke

No lugar do 2N2222 eu usei o 2N2218, talvez se usasse o indicado no esquema ia funcionar melhor.
O transistor não está aparecendo na foto porque coloquei ele do outro lado da placa para não tomar muito espaço, no lugar do C13 usei dois capacitores de plate em paralelo de 10p.


Nota
No desenho não foi adicionado o negativo de alimentação na junção de R13, R14 e C15.



Abaixo a foto e o esquema do PA.





Como era circuitos de teste eu utilizei componentes que eu tinha em mãos, tanto no pré como no PA, sendo assim o transistor usado no PA foi o 2SC97A.
As placas são de fenolite, mas o ideal é usar fibra de vidro, o indutor L2 do PA serve para casar a impedância de saída com a antena caso disponha de um medidor de ROE para tal ajuste.
No lugar do C2 eu usei dois capacitores cerâmicos de 540p da mesma forma que fiz no pré, isso evita capacitâncias parasitas e se for fazer uma montagem definitiva é interessante fazer isso com todos os capacitores, tanto no pré como no PA.

Para quem quiser montar deve ser respeitado certas regras no desenho da placa devido a frequência de trabalho.

Abaixo os dois vídeos que fiz, o primeiro da montagem do pré e o segundo do teste dele com o transmissor.







sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Reatância Indutiva

A reatância indutiva é a oposição que apresenta um indutor a passagem da corrente alternada. Depende do coeficiente de autoindução do indutor e da frequência da corrente que se lhe aplique.